quinta-feira, novembro 02, 2006

Vox Populi


“Para que o mal triunfe, basta que as pessoas de bem não façam nada”
Edmund Burke

Ponderei durante algum tempo a colocação deste post. Não por receio de represálias, ou comentários inflamados, mas por achar que o mesmo seria estranho ao conteúdo do blog. Afinal, que lugar tem um post a publicitar uma acção de cariz humanitário num blog essencialmente literário?

Muito. Porque somos seres humanos conscientes e compassivos acima de tudo, sendo essas características (entre outras) o que nos define como tal, e porque lutar contra as injustiças do mundo não mais é do que sonhar. Ainda que sejam lutas contra moinhos de vento, mesmo que nada advenha das nossas acções, é necessário erguer a voz humana que trazemos dentro de nós e clamar por todos os sonhos que nos embalam o pensamento, e dão asas à alma.

Foi publicada uma
petição online contra a participação da “estilista” Fátima Lopes em eventos futuros do Portugal Fashion, a mesma Fátima Lopes que utiliza peles de animais verdadeiros nas suas colecções de luxo, e que defende publicamente as suas opiniões. A petição já tem cerca de 900 assinaturas, mas são necessárias muitas mais para que possamos chamar a atenção da organização que a promove (ANJE) e o seu presidente. Mais vozes para que o grito silencioso dos milhares de animais que estão neste momento a passar por sofrimentos atrozes seja ouvido pelos poderes instituídos, pela comunicação social, pela sociedade.

A petição tem recebido um apoio incondicional por parte de muitas pessoas, e já operou algumas revoluções na mente de outras que desconheciam esta situação. São estas pequenas vitórias contra os gigantescos moinhos de vento que despertam a crença no sonho de um futuro melhor, e só por isso, já valeu a pena.

Não lhe peço que assine, apenas que leia o texto. Se concordar, apoie e divulgue a mensagem. A petição não tem qualquer valor legal, e será certamente contestada pelos destinatários da mesma, mas é uma luta que tem de ser travada. Há que mostrar a voz da indignação, para que se saiba que estes actos não passam impunes, ficam registados, não são esquecidos. Há que alimentar o sonho, até que deixe de o ser.

http://www.PetitionOnline.com/ftmlopes/petition.html
Boa noite, e bons sonhos. (Amanhã: Ramadão)

6 comentários:

Marta disse...

Uma técnica que, por vezes, resulta, é o choque. Ser bastante directa e não ter medo de "ferir susceptibilidades".
Funciona melhor no ambiente do combóio, quando as pessoas fingem que não estão a ouvir, mas têm as orelhas esticadas. Tópicos interessantes, como "O meu sonho é ter um casaco de chinchila"; "Ai é! E sabes quantos chinchilas é preciso exterminar para te fazer o casaco? Queres que explique como o fazem?" E explico. Nunca mais me falaram em casacos de chinchila!

Marta disse...

E não deixa de ser curioso a forma como vemos hoje pessoas (nomeadamente ligadas à moda), que apareceram, há uns anos, sem roupa a dar a cara para campanhas contra o uso das peles... e hoje desfilam com peles verdadeiras... e garanto que não é por estarem mesmo a precisar do emprego...

Marta disse...

Ainda se lembram, penso que na Bélgica, de um manifestante que pegou nUM balde de tinta vermelha, atirou para cima de uma certa entidade pública e chamou: "ASSASSINA!"? Polémico, mas eficaz. E não precisou de usar violência física para fazer compreender o ponto de vista!!

Marta disse...

Ok, já escrevi demais...
Mas isto transtorna-me o sistema nervoso!!
Foi um começo de dia animado. A ver se pergunto ao Sr. António o que ele me pôs hoje no café...

Flávio disse...

Assino por baixo, Sandman. Já escrevi no blogue A Bomba, a propósito das touradas, que o respeito pelos animais é um verdadeiro teste moral às pessoas. A Lopes, pelos vistos, chumba flagrantemente.

Sandman disse...

Marta, vou experimentar concerteza a tua técnica. Acho que um dos grandes problemas da sociedade, a par com a ignorância, é a cegueira voluntária das pessoas. Vemos aquilo que queremos ver, seja neste assunto seja em outros igualmente relevantes, e alegremente se ignoram estes "incómodos" que perturbam a visão cor de rosa da realidade.

Flávio, obrigado pelo apoio, já vamos em mais de 2.200 assinaturas, e a bola de neve parece crescer cada vez mais. Espero que, além da consciencialização que se pretende, esta iniciativa tenha resultados concretos.

Obrigado a todos os que contribuiram. Prevejo um bom karma em vidas futuras: vamos todos nascer ricos e bonitos.

:)